Essencia de Mulher

Um blog para mulheres e homens de mente aberta

terça-feira, janeiro 03, 2006

Chamar as "coisas" pelos nomes

Há dias foi-me dado a ler o texto que vos vou deixar aqui. Sempre tive, tenho, e possivelmente continuarei a ter dificuldade em usar palavras para exprimir sentimentos e emoções. Quando lerem este texto para alguns esta abordagem será verdadeira, outros irão pensar no assunto e para outros não terá nada a ver com o que sentem. Em diversas ocasiões até podemos sentir tudo isto por uma mesma pessoa, mas não sempre. A escrita foi inventada para conseguirmos expressarmo-nos mas para mim algumas vezes as palavras são insuficientes para exprimir o que sinto e podem ter diferentes sentidos de pessoa para pessoa. Chego a pensar que todos temos maneiras diferentes de amar, mas todas são amar.
"Se tu precisas de alguém para ser feliz, isso não é amor.
É CARÊNCIA.
Se tens ciúmes, insegurança e fazes qualquer coisa para conservar alguém ao seu lado,
mesmo sabendo que não é amado,
e ainda dizes que confias nessa pessoa,
mas não nos outros, que lhe parecem todos rivais,
isso não é amor.
É FALTA DE AMOR PRÓPRIO.
Se tu acreditas que "ruim com ela(e), pior sem ela(e)",
e a tua vida fica vazia sem essa pessoa;não te consegues imaginar sozinho
e mantens um relacionamento que já acabou
só porque não tem vida própria- existe em função do outro
isso não é amor.
É DEPENDÊNCIA.
Se tu achas que o ser amado te pertence;
sentes-te dono(a) e senhor(a) de sua vida e de seu corpo;
não lhe dás o direito de se expressar,
de ter escolhas, só para afirmar o teu domínio,
isso não é amor.
É EGOÍSMO.
Se tu não sentes desejo; não te realizas sexualmente;
preferes nem ter relações sexuais com essa pessoa,
porém sentes algum prazer em estar ao lado dela,
isso não é amor.
É AMIZADE.
Se vocês discutem por qualquer motivo;
morrem de ciúmes um do outro
e brigam por qualquer coisa;
nem sempre fazem os mesmos planos;
discordam em diversas situações;
não gostam de fazer as mesmas coisas ou ir aos mesmos lugares,
mas sexualmente combinam perfeitamente,
isso não é amor.
É DESEJO.
Se teu coração palpita mais forte;
o suor torna-se intenso;
a tua temperatura sobe e desce vertiginosamente,
apenas em pensar na outra pessoa,
isso não é amor.
É PAIXÃO.
Agora, sabendo o que não é amor,
fica mais fácil analisar, verificar o que está a acontecer e
procurar resolver a situação.
Ou se programares para atrair alguém por quem sintas carinho
e desejo; que sinta o mesmo por ti,
para que possam construir um relacionamento equilibrado
no qual haja, aí sim, o verdadeiro e eterno amor.
O Meu pai disse-me um dia:
"Filho... terás três tipos de pessoa na sua vida:
- Um AMIGO, aquela pessoa que tu terás sempre em grande estima, que só tu sabes que poderás contar sempre; que bastará insinuares que estás a precisar de ajuda e a ajuda está a ser dada;
- Um AMANTE, aquela pessoa que faz o teu coração pulsar; que fará com que tu flutues e nada importará quando vocês estiverem juntos;
- Uma PAIXÃO, aquela pessoa que tu amarás, desejarás incondicionalmente, às vezes nem te importa se ela te quer ou não, e talvez ela nem fique a saber disso.
Mas, se tu conseguires reunir essas três pessoas numa só- podes ter certeza meu filho:
- Encontras-te a felicidade."
Nana Pink

5 Comments:

At 9:13 da tarde, Anonymous Fosforo said...

Não será o Amor uma deliciosa mistura de tudo aquilo que o texto descreve...?
Beijinho

 
At 2:01 da manhã, Anonymous Paulo said...

Se não fosse a tanga de falar do que é o amor.....este texto era perfeito. Gostei!...assim sim...percebe-se o ke se passa nas nossas cabeças mas que as pessoas metem a sempre o rótulo....de "AMOR".
Obrigado Eumulher pelo texto vou guardar.

 
At 12:41 da tarde, Blogger EuMulher said...

Para mim o Amor tem muitas facetas, muitas "caras", muitas maneiras de sentir...claro que muitos escritores muitos poetas romancearam o Amor. Ficamos sempre com a ideia: "e viveram felizes para sempre", ou daqueles dramas como Romeu e Julieta, ou pensamos só no Amor entre mulher e homem...Para mim o Amor é muito mais que tudo isso. É um sentir!Existem pessoas que deixaram de acreditar no Amor por muita coisa que já sofreram na vida mas ele continua a existir até num simples gesto para com um desconhecido.

 
At 9:35 da tarde, Blogger whisper said...

'Amor é o que agarra...', dizia a minha sábia Avó. Uma amiga dizia que o verdadeiro, se vive em várias vidas... acredito nas duas. Beijos :)))

 
At 12:45 da manhã, Anonymous Tiago said...

mais lenha para a fogueira: "Rita Lee - Amor e Sexo" é uma música linda sobre as diferenças entre o Amor e a Paixão. eumulher gostei mto do texto :)

 

Enviar um comentário

<< Home