Essencia de Mulher

Um blog para mulheres e homens de mente aberta

quinta-feira, março 16, 2006

A importância de sorrir



Em 1967, um jovem investigador, Paul Ekman, fez uma pesquisa exaustiva sobre o sorriso. Chegou à conclusão que no ser humano, a mímica é produzida por 42 músculos faciais e que existem 19 maneiras diferentes de sorrir, mas apenas uma única forma é verdadeira. Quando além da subida dos cantos da boca, se regista um pequeno enviesamento e contracção dos olhos, com rugas nos cantos e visíveis elevações das metades superiores das faces e os músculos orbiculares se contraem é que a pessoa mostra, verdadeiramente, alegria. Mesmo antes de estarmos conscientes do simples esboço de um sorriso, já inúmeras transformações ocorrem no nosso rosto ao nível de certos músculos faciais, mas só o movimento do músculo orbicular significa verdadeira alegria. Este músculo é muito difícil de comandar recorrendo só à força de vontade. Apenas 10% das pessoas possuem um domínio tão perfeito dos seus músculos faciais que lhe permite "produzirem" sem treino especial e, por assim dizer, a pedido, um sorriso verdadeiro. Mas o sorriso verdadeiro pode-se treinar. Ekman conseguiu provar, recorrendo a vários voluntários, que à medida que estas pessoas iam aprendendo a dominar os orbiculares, iam aparecendo nelas certos estados de boa disposição. Ekman registou as correntes cerebrais destes voluntários quando eles "imitavam" concientemente um sorriso verdadeiro, e, de facto os sinais eléctricos "acusavam" um considerável aumento de boa disposição. O sorriso torna as pessoas felizes, mas apenas e só o sorriso verdadeiro. O cérebro não se deixa enganar assim tão fácilmente.

8 Comments:

At 7:58 da manhã, Anonymous Pai Natal said...

Sorrir, sem dúvida, faz muito bem. Para mim, mais do que sorrir como reacção a algo engraçado, sorrir em resultado da "empatia" com a vida. Excelente post. Beijo

 
At 6:11 da tarde, Blogger whisper said...

Sorrir... aquilo que muitos não fazem mesmo que lhes apeteça, convenções dos tempos modernos. Eu sorrio, descontrai e faz-me bem. Mil sorrisos para ti minha amiga. Beijinhos :)))))

 
At 12:55 da manhã, Anonymous YakWolf said...

Sorrir...
tinha que passar por aqui hoje...
obrigado pela mensagem
doce beijo
:)

 
At 10:54 da tarde, Anonymous Fosforo said...

Um grande sorriso, de orelha a orelha e com um brilho natural produzido pelos movimentos do músculo orbicular... para ti! Acompanhado com um beijinho. E acreditemos que a maioria dos sorrisos são verdadeiros. :)

 
At 12:45 da tarde, Blogger DiAngellis said...

...e que nunca tenhamos necessidade de controlar os movimentos do músculo orbicular...

 
At 2:18 da tarde, Anonymous Anónimo said...

"Como é que consegue estar sempre sorrindo, o que faz para estar sempre tão contente?", perguntaram não há muito tempo a uma mulher famosa e bastante sensata.
E ela explicou que também tinha, como todo a gente, os seus momentos de tristeza, de cansaço, de inquietude, de mal-estar.
"Mas conheço o remédio para esses momentos: sair de mim mesma, interessar-me pelos demais, compreender que aqueles que nos rodeiam têm o direito de nos ver alegres".
"Penso que quando sorrio e me mostro alegre passo felicidade aos demais. E, ao passar essa felicidade, acontece como que um reflexo, que traz mais felicidade para dentro de mim também".
Creio que quem não está sempre somente preocupado com sua própria felicidade e se dedica a ajudar na procura da felicidade dos outros, acaba por encontrar a sua própria, assim, quase sem se dar conta!
Por isso, as pessoas que se esforçam por sorrir mesmo sem motivos, acabam por ter motivos para sorrir.
- E isso não é vontade de se enganar a si mesmo? Para sorrir você deve alcançar um estado tal que a alegria possa invadir o seu coração. Caso contrário, isso é como uma máscara, é falso.
O bom humor é uma vitória sobre o próprio medo e a própria debilidade. As pessoas mal humoradas escondem sua insegurança ou sua angústia atrás de um semblante brusco e distante, e com o tempo isso acaba tornando-se um hábito e se converte em um traço de seu carácter. Quando isso acontece, é bem mais difícil que o bom humor saia naturalmente, mas isto só ocorre porque esta pessoa alterou o que é da própria natureza humana, ou seja, a alegria. Desta forma, deverá esta pessoa sair desse círculo vicioso, e isto não será antinatural, muito pelo contrário: é o que pede a natureza.
- Mas falas dos efeitos de medos e debilidades, e medos e debilidades todos temos...
Precisamente por isso, a diferença entre uns e outros está no modo de os enfrentar. O sensato é fazê-lo com um pouco de bom humor, rindo-se um pouco de si mesmo se for necessário.
Tudo o que se faz sorrindo sempre nos ajuda a sermos mais humanos, a moderar as nossas tendências, a sermos mais capazes de compreender os demais e até a nós mesmos.
É uma grande sorte ter ao redor pessoas que sabem sorrir.
E o sorriso é algo que cada um tem que construir pacientemente na sua vida.
- Construir? Com quê?
Com equilíbrio interior, aceitando a realidade da vida, querendo aos demais, saindo de si mesmo, esforçando se por sorrir mesmo que não tenha muita vontade como já dissemos antes. É algo que deve ser praticado com constância.
- Mas não se pode encarar tudo na vida com bom humor. Existem muitas coisas que não têm nenhuma graça...
Mas, mesmo que não tenham nenhuma graça, sempre se pode tirar delas algum ensinamento, algum bem, mesmo que seja difícil de encontrar e demoremos anos para entender. Em algumas situações, pode ser útil desenvolver a capacidade de aplicar o bom humor para neutralizar a carga trágica das contrariedades.
(Alfonso Alguiló)
Um beijo
*carla*

 
At 7:48 da tarde, Blogger whisper said...

Passei para ver o que tinhas de novo... :(. Sem inspiração? Deixo um beijo com carinho amiga

 
At 7:02 da tarde, Anonymous Maria Calixta said...

Costumo brincar que não tenho o direito de ser triste,pois nasci dia 1° de janeiro.

Sou muito feliz, vivo dando risada.

Então rir e sorrir para mim é uma pratica de quase seis décadas.

Forte abraço a todos e principalmente aos sorridentes.

 

Enviar um comentário

<< Home