Essencia de Mulher

Um blog para mulheres e homens de mente aberta

segunda-feira, outubro 02, 2006

Sobre relacionamentos



"Os relacionamentos são o fundamento da humanidade. Tiramos o nosso alimento deles, aprendemos com eles e lutamos por eles. (...) o modo como nos relacionamos com os outros determina o nosso grau de felicidade, o tempo que vivemos, e as opções que fazemos.(...) A amizade baseia-se na mais antiga e mais intrínseca consciência humana de que há muito mais na vida para além de nós próprios. (...) Sob o ponto de vista tibetano, somos responsáveis pelos nossos relacionamentos, porque somos nós que os criamos, lhes damos vida e permitimos a sua influência sobre nós.(...) Contudo, as pessoas esquecem com frequência que um relacionamento precisa de ser trabalhado(...) A amizade é uma maneira de crescer, partilhar quem somos, e tornamo-nos pessoas melhores. As amizades ensinam-nos como pensar, sentir, actuar e tomar decisões. É na amizade que descobrimos a nossa humanidade e a capacidade para a compaixão e amor. (...) Timidez constrangedora, medo de rejeição, sentimentos de desaptação social e falta de confiança podem levar à solidão e ausência de amigos, ou à rejeição daqueles com quem gostaria de estabelecer laços de amizade.(...) Tornar-se inimigo é ter uma relação muito íntima, pois está a concentrar enormes quantidades de energia de pensamento numa pessoa em particular A natureza da energia de pensamento dos inimigos e a inimizade ligam pessoas de modos múltiplos e invisíveis que irão destruir a sua vitalidade, felicidade e integridade pessoal.(...) Quando as amizades íntimas terminam é porque as lições que ambos necessitam aprender já foram aprendidas, e é tempo de ambos procurarem novos caminhos. Ambos são necessários noutro lugar. Se essa amizade está destinada a perdurar, encontrar-se-ão ambos, de novo, em circunstâncias diferentes. (...) Portanto, se um amigo se afastar do seu círculo, mesmo se o modo como isso aconteceu foi doloroso, não tente retê-lo. Deixe-o partir com a sua benção e aceite que a vossa amizade ajudou outro ser humano a encontrar o passo seguinte na jornada da sua vida."

In"A arte tibetana do pensamento positivo" Christopher Hansard

Deixo-vos aqui algo para pensarem, e se assim o pretenderem, para comentar. É sempre bom trocar ideias. Todos nós temos experiências de vida diferentes.

6 Comments:

At 5:56 da tarde, Blogger Louco de Lisboa said...

Somos seres em constante evolução, daí não estranhar que alguém parta se sente necessidade disso...
Entretanto fomos crescemos como pessoas.
Nunca estranhamos as nossas partidas, porque dificil é partirmos, ausentarmo-nos de nós.
Sim, porque também deixamos pessoas para trás.

Um kiss, até outro instante

 
At 12:10 da manhã, Blogger greentea said...

UM POUCO COMO O AMOR INCONDICIONAL AMAR E TAMBEM DEIXAR O OUTRO PARTIR PARACADA UM SEGUIR SEU FCAMINHO...

por vezes partir ou deixar partir e doloroso, por vezes temos de forçar essa partida, essa separaçao, mas ela tem de acontecer

para nos reencontrarmos!

um beijo

 
At 2:07 da manhã, Blogger EuMulher said...

Realmente ás vezes temos de deixar partir... isso é um acto de amor, sem dúvida.Dói muito, mas o amor tem dessas coisas.Fica a esperança no reencontro...a esperança faz parte da vida. Por vezes ausentamo nos de nós, e quando isso acontece temos de nos encontrar, o que pode provocar a partida de outros até aprendermos a lição.Obrigada pelo vosso comentario. Não podia estar mais coincidente com aquilo que eu precisava de ler. Beijinhos

 
At 6:48 da tarde, Anonymous Anónimo said...

A ruptura de relacionamentos seja de que natureza for é sempre algo difícil a não ser que estejamos na presença de pessoas sem qualquer caracter ou educação.
A forma como encaramos essa ruptura é que poderá ser muito diferente de pessoa para pessoa, e ter a nobreza de a "facilitar", mesmo com muita dor, é algo que só está ao alcance de poucos.
Por outro lado, romper não significa eternidade, seja qual for a evolução dessa relação.

 
At 8:43 da tarde, Blogger EuMulher said...

anonimo, por vezes a dor de um pode ser a salvaçao de outro. Quando existe Amor, ele nem sempre trás coisas prazeirosas.Mas também se aprende muito com a dor...

 
At 10:57 da tarde, Anonymous Borboleta said...

Muita das vezes, comparo a AMIZADE com um dia cheio de sol, com um ar fabuloso, temperatura amena, uma limpidez do dia....Um dia sorridente. Como a vida é feita de muitos dias,eis senão quando, pode chegar um dia, com uma leve aragem, outro dia com um ventito, e poderá chegar outro dia ainda em que o vento se tornará menos dócil. Não será por mero acaso que se diz "depois da tempestade volta a bonança. O que tiver de ser será, se a amizade partir, chegarão de novo outros dias lindos ensolarados esplendoros. Chegará outra amizade e outra e ainda outra....deixa fluir...
Bj

 

Enviar um comentário

<< Home