Essencia de Mulher

Um blog para mulheres e homens de mente aberta

quinta-feira, outubro 05, 2006

Dia Mundial dos Animais





Ontem dia 4 de Outubro foi o dia mundial dos Animais. Deixo-vos aqui uns textos para reflexão.
Finalmente, querido. Finalmente vamos de férias. E até já temos tudo pronto. Tão bom!
— Pensa lá bem... Não te estás a esquecer de nada? Então o bicho e a tralha dele?
— O cão? Mas tu queres levar o cão??? Ó Tó deixa-te disso! Não chega já durante o ano?
— Ó Maria,já sei que a tua mãe não fica com ele... Mas o que fazemos ao “peluchinho”?
— Olha!!! Fala-me de mães! Lembras-me logo a tua!!! Foi ela que há 7 anos fez a gracinha de dar o cachorro ao João quando ele nasceu. “Um amiguinho para a vida” e etc. “Princípios pedagógicos “, dizia ela. tretas’ Ai, eu cá sei bem o que fazia ao cão...
— Bom, mas, sei lá... até o podíamos deixar num hotel para cães, o que é que tu achas?
— O quê? Gastar mais uma pipa de dinheiro? Eu vou de férias e não é para andar a sandes. Só esse dinheiro já nos dá para ir comer fora umas poucas de vezes! Nem penses. Esquece! E já que queres a minha opinião, eu cá não sou de meias medidas: abandona-se o bicho e pronto. Ou manda-se abater! Está velho e acaba-se, de vez, com as despesas e com as
chatices. Limpinho e é caso arrumado!
— Mas tu não estás boa da cabeça, Maria... E os miúdos? O que íamos dizer aos miúdos?
— Ora, isso é o mais fácil. Amanhã, antes de seguirmos viagem, largas o cão bem longe daqui. Dizes que ele foi atrás de um gato e que há-de voltar. Deixas o resto por minha conta. Se for mesmo preciso, quando regressarmos arranja-se um cachorro acabado de nascer, daqueles que parecem mesmo de peluche. Promete-se, espera-se uns mesitos e até passa por coisa do “Pai Natal”. Olha, ficava logo despachado a prenda para os dois!
In Psicologia Actual, edição de Agosto de 2006
Foram feitas experiências curiosíssimas em dois locais: enquanto uma câmara oculta filmava o comportamento de um animal no lar ao fim do dia, uma outra câmara captava as actividades do dono desse mesmo animal, que se encontrava a cerca de 10 km de distância.
Num dos casos concretos, falava-se de um cão. Foram registadas as horas, nas duas câmaras.
Enquanto a dona esteve a trabalhar, o cão dormiu sempre sossegadamente no sofá. Quando a dona olhou para o relógio pela primeira vez, o cão levantou a cabeça e bocejou.
Quando a dona pegou na mala e vestiu o casaco para sair do emprego, o cão saltou do sofá e espreguiçou-se.
Logo que a dona meteu a chave do carro na ignição, o cão dirigiu-se para a porta da casa (onde se encontrava sozinho), farejou debaixo da porta e começou a abanar a cauda.
Depois sentou-se, à espera, olhando fixamente para a porta.
À medida que o carro se aproximava da casa, o animal começava a dar sinais de agitação, aproximando-se cada vez mais da porta.
Quando o carro estava a cerca de 1 km de casa, já o animal tinha saltado para uma cadeira, junto a uma janela através da qual podia observar o exterior, abanando fortemente a cauda e latindo de vez em quando.
Era a certeza de que o encontro do dia iria acontecer dentro de breves minutos!
In Boa Estrela
Os animais têm algumas caracteristicas muito mais subtis e avançadas do que nós temos. Os animais sentem e podem até sofrer para nos salvarem de situações que por vezes nem damos conta. Têm uma linguagem diferente da nossa, mas quem já teve animais e teve com eles uma relação muito estreita sabe perfeitamente que é possivel comunicar com eles. Podemos ter a prova do Amor Incondicional através de animais. Tratem-nos bem, e terão muitas recompensas. Pensem sempre antes de fazer alguma coisa se gostariam de estar na pele deles. Não digo que os tratem como humanos porque não gostam, mas tratem com respeito, dignidade, compreensão, carinho e amor. Não estou a falar de cor, estou a falar da minha já longa experiência com animais. Este ano, numa exposição canina, assisti a um interrogatório entre um possivel comprador de um cão e a criadora. No lugar dela eu já não venderia o cão a tal pessoa. Por pouco estive para dizer: O sr não tem filhos? Como aprendeu a cria-los? Porque não faz o mesmo com o cão que quer comprar? As perguntas davam a entender que o cão seria um encargo, uma chatice, só para no fundo dizer que ia ter um cão. Estava demasiado preocupado com as despesas, com o lugar onde prende-lo, com os tapetes, porque nem seria suposto o cão pôr as patas em casa... enfim... eu tenho uma visão bem diferente das coisas.

6 Comments:

At 10:56 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Os cães são o melhor amigo do homem! Quem na vida não tem no mínimo uma experiência com um cão, não sabe dar valor à afirmação inicial. E tens razão, eles sentem de facto à distância a chegada dos donos. Bonito post, parabéns

 
At 5:21 da tarde, Blogger Marco Aurélio said...

Bernard Shaw disse

“Quando um homem quer matar um tigre, diz que é esporte. Quando um tigre quer matá-lo, diz que é ferocidade.”

Ele traduziu para mim como os homens são animais irracionais.

Um dia isso vai mudar!

Depois leia alumas Frases Famosas sobre os direitos dos animais em

http://www.apasfa.org/futuro/frases.shtml

Veja também

http://www.youtube.com/watch?v=XkDKbA4ucLQ

Um abraço

Marco Aurélio

 
At 8:55 da tarde, Blogger Vida said...

Pois é, os animais muitas vezes são tratados como objectos, esquecem-se que eles sentem e são muito mais honestos que nós.

Bom fim de semana com beijinhos.

 
At 5:09 da tarde, Blogger Ega said...

Cara Blogger:
Antes de mais agradeço a sua persistente passagem pelo meu blogue.
Em relação ao post, e podendo parecer até inverosímil, posso dizer que no passado dia 4, sem me lembrar que era dia do animal, adoptei uma gatinha que estava abandonada numa mata ao lado da minha casa. Irei reservar um post no meu humilde blogue para o explicar melhor.

Cumprimentos

 
At 6:01 da tarde, Blogger greentea said...

so vi agora ...
os animais sentem de certeza que estamos achegar a casa , que estamos a ir para o veterinario, para casa dos tios ou para a praia... tal como sentirao sem duvida que os vao abandonar na primeira esquina...
fui de fim de semana, sim , mas o meu cao nao fica aqui em Lisboa ao abandono; nunca os deixei mesmo qd tinha 14 ! e os meus caes andam pela casa toda porque nunca estragaram nada...
o primeiro texto revela bem como a maioria daspessoas pensa - o animal e um encargo, uma chatisse e depressa se compra ou arranja outro...
o problema e qy isto se transmite de pais para filhos e os animais vao sendo cada vez mais maltratados, abusados, humilhados - qd eles estao sempre ao nosso lado , a amparar-nos, a velar por nos , qtas vezes a absorver as doenças que temos...

 
At 11:16 da tarde, Anonymous Borboleta said...

Futilidade de casal. Quanto mais conheço as pessoas mais adoro animais...
Qual o humano que entrega a outra face ou ao ser maltratado, mostra de novo um sorriso....
Se falarmos de animais, o sorriso volta sempre....
Ai este mundo "cão"
Desculpa não quis ofender o animal, com o devido respeito que tenho por todos...
Um dia o mundo será governado por animais... e então os humanos serão tratados.... com aquela falta de respeito que é bastante conhecida... no trato animal... Falei, sermos governados por animais de 4 patas... e não de duas como estamos actualmente... Lá estou eu de novo a ofender os animais. Peço somente desculpa aos animais de 4 patas, eles sabem que os adoro...
bj

 

Enviar um comentário

<< Home