Essencia de Mulher

Um blog para mulheres e homens de mente aberta

segunda-feira, novembro 21, 2005

90-60-90

90-60-90 são medidas de que todos já ouvimos falar. Medidas padrão de uma mulher perfeita físicamente. Ao longo dos tempos a moda vai variando, mas as preocupações acerca das medidas cintura e ancas de uma mulher quase sempre estiveram presentes. Espartilhos para afinar a cintura, armações na roupa para fazer sobressair as ancas não são novidade. Talvez tudo isso não seja assim tão descabido e tenha a sua razão de ser. Devendra Singh, psicólogo americano, ao longo da sua vida procurou obter respostas sobre a proporção das medidas cintura-ancas e o impacto causado no poder de sedução. Entre os anos 60 e 80 começou por estudar modelos da Playboy e candidatas a Miss América e constatou que apesar de serem cada vez mais magras a proporção cintura-ancas mantinha-se igual. Para tentar descobrir se isto seria um fenómeno universal, Singh fez esboços de 12 mulheres, 4 magras, 4 de estrutura média e 4 relativamente pesadas e manipulou a proporção cintura-ancas. Pediu a um grande número de pessoas, de várias idades, raças e estratos culturais para calssificarem as mulheres com base no seu poder de sedução. A eleita foi de longe a mulher de estrutura média com menor valor de proporção cintura-ancas. Apercebeu-se também que as mulheres não eram escolhidas pelo peso mas pelo valor da razão entre a cintura e as ancas. Os esboços foram levados de Hong Kong para a Índia, de África para os Açores e os resultados foram sempre os mesmos: não importava o peso, mas a proporção cintura-ancas para definir o poder de sedução. Para finalizar Singh resolveu mostrar as imagens a uma das tribos mais primitivas da Terra, os Shiwiar da floresta Amazónica. Nem foram precisas muitas perguntas. Apontando para uma mulher de estrutura média com proporção cintura-ancas muito pequena, um homem da tribo simplesmente disse: esta é a mais bonita, pode ter 6 ou 8 filhos. De certa forma isto levou o psicólogo a concluir que também existe uma relação entre o poder de sedução, a proporção cintura-ancas e a capacidade de ter filhos, além de que esta relação existe na mente de todos os homens para ajudá-los a encontrar as parceiras com mais possibilidade reprodutiva. Para reforçar esta tese, um estudo na Holanda mostrou que mulheres submetidas a fertilização in vitro com menor proporção no valor cintura-ancas têm mais hipótese de conceber.
Curiosidade: Devendra Singh concluiu que os valores do quociente entre a medida da cintura e das ancas deve variar entre 0.68 e 0.72.
Muitos estudos já foram feitos e vão continuar a ser feitos sobre o comportamento humano. Penso que certas coisas já trazemos connosco desde os tempos mais remotos e que nos fazem agir quase como que por instinto. Os instintos de sobrevivência e de manutenção da espécie sempre estiveram presentes e sempre estarão.

2 Comments:

At 12:21 da manhã, Blogger Neide said...

parabens... o texto ta mto interessante, fez-m lembrar um livro k li à algm tmpo "porque é que os homens não choram e as mulheres não sabem ler mapas de estrada." era este o titulo... sem duvida k aprendi algumas coisas ao le-lo e passei a respeitar-me ainda mais e aos outros também ... porqu o livro tem varias teorias sobre o desenvolvimento dos homens e das mulheres ... hj, kd li o teu post fikei bem mais exclaecida kto á mnha cintura e o poder de sedução.
**

 
At 3:03 da tarde, Blogger EuMulher said...

neide... obrigada pela tua visita. Existem muitos estudos, muitos livros sobre homens e mulheres. Sempre defendo que são seres complementares e há que respeitar as suas formas de estar. Por vezes procuro falar sobre isso para tentar que esta tão antiga "guerra dos sexos" seja mais compreendida. Existem muitas coisas a nivel do subconsciente que não são captadas, como por exemplo o que escrevi neste post.Há muito para dizer... Um beijinho e espero que voltes e que debatas aqui os teus pontos de vista, que são sempre bem vindos e muito nos podem ensinar.

 

Enviar um comentário

<< Home