Essencia de Mulher

Um blog para mulheres e homens de mente aberta

terça-feira, janeiro 17, 2006

Palavras...

















Cansada de prosa
Cansada de poesia
Cansada das palavras
Palavras mentirosas
Palavras que escondidas no meio de outras,
Fazem-se passar por aquilo que não são.
Palavras traiçoeiras
Palavras que vestem a pele de nobres sentimentos,
Encerram a magia do sentir,
Mas são só aparência.
Tanta ilusão para quem as lê...
Que querem vocês de mim?
Riem-se de mim?
Dançam na minha cabeça como loucas
Juntam-se umas às outras sem sentido
Separam-se em letras... que ruído!
Párem! Párem!
Não preciso de uma única palavra
Quero sentir algo novo
Um sentimento que nunca ninguém sentiu
Um sentimento sem nome, sem definição
Que não possa ser encerrado numa palavra
Livre da prisão de uma frase
Perguntam-me: que sentes?
Fecho os olhos e sorriu
Meu corpo estremece do vazio da minha mente
Longe de qualquer palavra
Uma lágrima de emoção desce lentamente pela minha face...
e... usando palavras, simplesmente respondo: sinto!

6 Comments:

At 3:41 da tarde, Blogger whisper said...

" e... usando palavras, simplesmente respondo: sinto", não há palavras para comentar o sentir. Só quem não tem coração, alma é que jamais poderia escrever estas palavras. Beijo com muito carinho

 
At 12:49 da tarde, Anonymous Pai Natal said...

Palavras, sentimentos, coisas distintas. Basta lembrar que descrever sentimentos não é fácil. Escrever é algo de muito belo, faculdade aliás de muito poucos, mas sem viver experiências, sem senti-las, as palavras não terão o peso da realidade vivida. Mais uma vez, a visência tem de vir primeiro que as palavras, sem medos, sem limitações.....
Comentando apenas o texto, quanto à sua valia literária, para quem não tem a aspiração de ser poeta, dou os meus sinceros parabéns.
Beijo

 
At 2:31 da tarde, Anonymous Fosforo said...

Mas não cansada de sentir! Ainda bem, pois a vida e para sentir com intensidade...! Beijinhos para ti.

 
At 10:02 da manhã, Anonymous Anjo_do_Inferno said...

infelizmente prendes-te a palavra amor com uma caneta para nunca mais escreveres essa palavra nem voltares a mencionar essa palavra! ficou presa! um poema triste... fugis-te do Amor de estares tao cansada...

 
At 1:51 da tarde, Blogger EuMulher said...

anjo_do_inferno... eu não fugi do Amor. Eu acredito que o Amor está em tudo, até mesmo em alguém que nos possa fazer mal. Mas isso são maneiras de ver. Assim como tu achaste o que escrevi triste, para mim foi um desabafo, um grito de liberdade.O que eu quero dizer é que as palavras ficam sempre aquém do que sentimos. Muito se pode escrever sobre o Amor ou outro sentimento mas possivelmente está longe do que sentimos em cada momento e varia muito de pessoa para pessoa Eu nao fujo do Amor... procuro senti-lo nas suas mais variadas vertentes. O que eu quis dizer com a imagem é que não nos podemos prender unica e simplesmente a palavras, a rótulos. Sentimentos são muito mais do que isso

 
At 12:24 da manhã, Anonymous mystify said...

Gostei imenso daquilo que li.É simples, transparente e faz todo o sentido.As palavras podem definir ou caracterizar uma sensação, mas também podem ser igualmente usadas para descrever o vazio, ou simplesmente o silêncio absoluto.Acho que neste caso reflectem um estado de espírito que todos nós por vezes procuramos.Beijos

 

Enviar um comentário

<< Home