Essencia de Mulher

Um blog para mulheres e homens de mente aberta

terça-feira, maio 16, 2006

Saudade



No Domingo ao fim do dia comecei a sentir uma certa nostalgia... existem muitas coisas das quais sinto saudade. Acabei por ficar "presa" na própria palavra: saudade. Pensei que, se os Japoneses, por exemplo, têm uma maneira diferente de pensar devido à sua escrita ser feita por meio de caligramas, será que saudade, sendo uma palavra portuguesa tem uma conotação, uma maneira de ser sentida diferente para outros povos? Comparar emoções, sentimentos é muito difícil, diria quase impossível.

Saudade: Désir d'un bien dont on est privé; triste et doux souvenir.

Ter saudades de alguém: Penser beaucoup à quelqu'un; regretter beaucoup son absence.

Realmente os franceses não têm uma palavra única para saudade, e o modo de explicar como encontrei no dicionário fica aquém do que realmente a palavra significa e faz sentir.

Saudade: longing (desejo, ânsia); yeraning( anseio, anelo, desejo ardente, aspiração)

O meu coração tem saudade de...: my heart aches for. Engraçada esta expressão se atendermos a que "ache" quer dizer "dor".

Ter saudade da sua pátria: to be homesick. Outra forma curiosa se verificarmos que "sick" quer dizer "doente; enfermo"

Tenho muita saudade dele: I miss him very much. "to miss" pode ser traduzido como : não obter; ter falta de, mas também pode ser: não notar; não compreender; omitir.

Encontrei alguns apontamentos curiosos numa pequena pesquisa que fiz na internet.

A origem deste vocábulo está no latim 'solitate(m)', soledade, solidão, desamparo, abandono. No português arcaico, tínhamos soydade e suydade, com influência da palavra saúde. Como vemos, é palavra bem portuguesa. Quanto ao caso de ter ou não ter «significado universal»; e ter ou não «a respectiva tradução noutras línguas», não é assunto que nos pertença. Isso é com os outros povos.
J.N.H. http://ciberduvidas.sapo.pt/php/resposta.php?id=410

Uma lista compilada por uma empresa britânica com as opiniões de mil tradutores profissionais coloca a palavra “saudade”, em português, como a sétima mais difícil do mundo para se traduzir.
A relação da empresa Today Translations é encabeçada por “ilunga”, uma palavra do idioma africano Tshiluba, falando no sudoeste da República Democrática do Congo. “Ilunga” significa “uma pessoa que está disposta a perdoar quaisquer maus-tratos pela primeira vez, a tolerar o mesmo pela segunda vez, mas nunca pela terceira vez”.
Segundo a diretora da Today Translations, Jurga Ziliskiene, embora as definições sejam aparentemente precisas, o problema para o tradutor é reflectir, com outras palavras, as referências à cultura local que os vocábulos originais carregam. Veja a lista completa das dez palavras consideradas de mais difícil tradução:
Ilunga (tshiluba) - uma pessoa que está disposta a perdoar quaisquer maus-tratos pela primeira vez, a tolerar o mesmo pela segunda vez, mas nunca pela terceira vez.
Shlimazl (ídiche) - uma pessoa cronicamente azarada.
Radioukacz (polonês) - pessoa que trabalhou como telegrafista para os movimentos de resistência o domínio soviético nos países da antiga Cortina de Ferro.
Naa (japonês) - palavra usada apenas em uma região do país para enfatizar declarações ou concordar com alguém.
Altahmam (árabe) - um tipo de tristeza profunda.
Gezellig (holandês) - aconchegante.
Saudade (português)
Selathirupavar (tâmil, língua falada no sul da Índia) - palavra usada para definir um certo tipo de ausência não-autorizada frente a deveres.
Pochemuchka (russo) - uma pessoa que faz perguntas demais.
http://fabriani.com/?p=878

Existe um outro apontamento sobre a "saudade" que gostei muito e aqui fica para quem tiver curiosidade em ler:http://www.recantodasletras.com.br/cronicas/900

E afinal o que é a saudade? Possivelmente cada um tem a sua forma própria de a sentir e com variantes enormes de caso para caso.

3 Comments:

At 6:40 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Belo texto. parabéns

 
At 8:53 da tarde, Blogger DJ said...

A propósito de saudade e saudades, aproveito para parabenizar o excelente texto e fazer uma referência a algo que escrevi no longínquo ano de 2003. Ora, aqui vai: http://ipsisverbis.blogspot.com/2003/08/saudades-saudade.html

 
At 11:06 da tarde, Blogger EuMulher said...

Vale apena ler o que o Dj escreveu. Parabéns... há muito que vou o teu blog mas nunca tinha lido o "post" que escreveste dobre saudades... saudade.Penso que todos nós sentimos sempre saudade de algo, de alguém e como dizes a palavra "saudade" acenta que nem uma luva ao que se sente. Puxando para outro lado... talvez esta palavra tão cantada no nosso fado tenha realmente uma sonoridade que só nós portugueses conseguimos associar a um sentimento tão profundo.
Anonimo... obrigada por teres passado por aqui e pelo teu elogio.

 

Enviar um comentário

<< Home