Essencia de Mulher

Um blog para mulheres e homens de mente aberta

quinta-feira, outubro 13, 2005

Coisas minhas...


Ontem estive a fazer um "balanço" do meu blog. Reparei, que de uma forma inconsciente comecei a falar dos 5 sentidos. Primeiro do tacto, depois do olfacto. Parei um pouco para pensar e afinal de contas não me surpreendeu tal facto e até faz sentido para mim. Sou uma pessoa que dá muita importância às percepções vindas do exterior. É como intrepretar a linguagem de "alguém" muito superior a nós. Talvez a linguagem que o Universo arranjou para comunicar connosco.
Não fico indiferente ao toque de um abraço amigo, ou à frieza de certos apertos de mão, ou à carícia de uma criança, ou até ao toque subtil e inesperado de alguém. Emociono-me com as cores de uma paisagem, ou do luar reflectido na àgua do mar. Posso por vezes até passar alguns momentos a olhar para as cores do fogo num lareira. Sou incapaz de escolher o que vestir de véspera, porque já sei que no dia seguinte não são bem as cores daquelas roupas que "condizem" com o meu estado de espírito daquele dia. Os cheiros por vezes levam-me a memórias do passado ou até a "viajar" por mundos desconhecidos. Adoro dançar. É como se a música ao entrar nos meus ouvidos , fizesse vibrar todo o meu corpo. Já quando tocava piano sentia o despolotar das mais variadas emoções. Também o paladar tem as suas curiosidades. Ao longo da vida, tal como acontece com muitos de nós, o paladar altera-se e acompanha as nossas mudanças e necessidades do organismo. Aproveitando a inspiração de um ditado popular quase posso afirmar: diz-me o que comes e dir-te-ei quem és. Hoje em dia sei apreciar um bom vinho (tinto de preferência), uma refeição bem confeccionada, o gosto intenso de certas especiarias... e relacionar os efeitos que provocam no meu campo emocional. Engraçado, que há uns tempos para cá não consigo apreciar o sabor da carne, mas sei o quanto isso está relacionado com o processo de transformação pelo qual estou a passar. Enfim... coisas minhas!

8 Comments:

At 4:40 da tarde, Anonymous Leco said...

Coisas de todo mundo, né?
Os sentidos estão aí e o que seríamos de nós sem eles?
Beijo, minha querida.
Leco

 
At 5:04 da tarde, Blogger EuMulher said...

Leco... eu vejo as coisas assim. Sabemos também que na falta de algum dos sentidos outros apuram-se!Porque será? Obrigada pela tua visita!

 
At 5:21 da tarde, Blogger whisper said...

Apurar os sentidos é uma forma de entrar em sintonia com o universo do qual fazemos parte. 'Emociono-me com as cores de uma paisagem, ou do luar reflectido na àgua do mar.'... é raro encontrar quem se sinta assim e, mais raro ainda encontrar quem o confesse abertamente pois, nos dias de hoje tanto se considera uma fraqueza esse tipo de emoções como, maior fraqueza ainda dizê-lo. Também sou assim, desde criança. O universo continua a fascinar-me, a mãe natureza a comover-me. Olho pasmada para tanta beleza e para tanta perfeição que o ser humano, apesar de estar por cá de empréstimo e breve passagem, teima em destruir. Um beijo com muito carinho.
P.S. obgda pelo link no seu blog :) e pela visita ao meu. O comment está excelente :)

 
At 6:17 da tarde, Anonymous pedrocas said...

Podes ter falta de muitas coisas ??, mas uma verdade é certa - tu és mais feliz que muitos, pois tens a capacidade de apreciar situações que, para muitos, passam sempre ao lado.
O aperfeiçoamento dessa qualidade -sensibilidade, é certamente mais importante que outras...
Um beijo

 
At 10:39 da tarde, Blogger guizo said...

ainda bem que passaste pelo meu blog, vim espreitar o teu...
é bom quando encontramos alguém na mesma sintonia.

todos nós tentamos descrever o que nos rodeia através de meios de comunicação simples: escrita, tintas, lápis...
todas eles são apenas meios que exprimem os que os nossos sentidos apuram, o que a nossa mente crítica e filtra para a manifestar em algo sentido e pouco pensado...

vive sentindo
até sempre

 
At 10:53 da tarde, Anonymous Bacuz said...

E um 6º sentido? achas q tens? ou só tens os 5 habitué?

 
At 11:22 da manhã, Blogger EuMulher said...

Whisper... sempre fui muito ligada à Natureza e ver muita coisa entristece-me. Sei que sou uma pessoa emotiva e sei que não devemos reprimir as nossas emoções mesmo sabendo que isso pode denotar fraqueza. Talvez para mim maior fraqueza é uma pessoa não se assumir como é. Obrigada pela tua presença aqui.Beijinhos
Pedrocas... Em tudo na vida procuramos um ponto de equilibrio. Muitas vezes já me senti desenquadrada, é quase um remar contra a maré. Pudemos mudar muita coisa em nós mas certas coisas fazem de tal maneira parte de nós que o melhor é aprender a conviver com elas. Obrigada pelo teu apoio.
Guizo... Foi bom ver-te aqui neste meu cantinho. Não sou escritora, a única coisa que pretendo é partilhar um pouco da minha experiência. A vida é uma aprendizagem, e é bom quando pudemos contar com outras pessoas para trocar ideias. Espero que voltes.
Bacuz... todos nós temos o 6º sentido e até outros, só que estes sentidos nem sempre se encontram desenvolvidos da mesma maneira de pessoa para pessoa. De um forma simples, o 6º sentido é aquilo que chamamos intuição. Muita haveria a dizer sobre este tema!Obrigada mais uma vez por estares aqui.

 
At 12:23 da tarde, Anonymous andy said...

Está 5*****
bj

 

Enviar um comentário

<< Home