Essencia de Mulher

Um blog para mulheres e homens de mente aberta

quinta-feira, outubro 20, 2005

Hora de ponta

Ontem, ao andar de metro na hora de ponta, e como o percurso era grande, observei um fenómeno para mim intrigante. As pessoas preferem ficar amontoadas junto às portas no metro a espalharem-se pelos corredores sem ninguém, dificultando a saída e entrada nas estações, e até mesmo impedindo a entrada. Sim! Porque eu vi muitas pessoas ficarem apeadas por não conseguirem entrar. Estranho ver alguém ficar do lado de fora, porque não conseguiu "furar" aquela barreira de gente "estacionada" à porta e existir um lugar vago ao meu lado. Porque será que isto acontece? Será pressa de chegarem aos seus destinos? Será que aquela hora já não conseguem pensar?...

8 Comments:

At 1:40 da tarde, Anonymous aDoRiS said...

É simples usam a lei do + forte e lei da sobrevivencia e a lei do + apcto no ambiente em que estao o pensamento ja ñ importa mas sim o tentar chegar 1 para aranjar um lugar ou 1 para sair e chegar + cedo a casa td para estar + perto dos seus entes queridos ou de alguem procimo td sao ações remotas e instintivas que o cerebro reage automaticamente

 
At 5:24 da tarde, Anonymous pedrocas said...

A explicação é simples: ganhar tempo e outros, exactamente, pelo receio de não conseguirem sair a tempo, caso se sentem ou vão para os corredores. A cidade - lei da selva, por isso quem possa viver fora das grandes cidades tem mais qualidade de vida.

 
At 11:32 da tarde, Anonymous Bacuz said...

Pah.. eu ando de metro diariamente e creio que acontece pq as pessoas (normalmente velhinhas) têm medo de não conseguir sair a tempo (se vão para o corredor) e portanto ficam ali à porta.
E basta uma ou duas pessoas bloquear o corredor q as outras que entram têm que ficar à porta... eu normalmente empurro um bocado e lá encontro um cantinho livre.. eheheh

 
At 3:00 da tarde, Blogger R.B.M. said...

Eu acho que é por receio de n sairem a tempo...M n percebem k ao ficarem assim amontoados ainda complicam mais as saídas e as entradas.. é um fenómeno a que assisto diariamente e de pôr os nervos franja, até pk já fikei apeada na estação por n conseguir entrar mais do k uma vez.

 
At 5:36 da tarde, Blogger EuMulher said...

r.b.m... obrigada pela tua presença aqui :)Penso que todas as razões aqui apresentadas são plausíveis. Mas realmente fez me muita confusão existir tanto espaço dentro do metro e ficarem pessoas apeadas nas estações. Penso que apesar do medo de não conseguirem sair é uma questão de começarem a chegar-se para a porta quando se aproxima a estação onde querem sair e se o espaço estiver mais uniformemente ocupado isso seria mais fácil... Pequenos nadas que podem ajudar muito.
Adoris... obrigada também pela tua presença e comentário. Muitas situações possivelmente têm realmente a ver com o instinto e o cerebro reage automáticamente. Isto quase me faz lembrar as experiências de Pavlov sobre os reflexos condicionados.
Pedrocas e Bacuz... é sempre bom ver vos por aqui e ler os vossos comentários :)

 
At 1:42 da tarde, Anonymous HappyGuy said...

Sobre o fenómeno do post já muito foi dito. Resta-me acrescentar "falta de educação cívica" como motivo. Não se preocupar em lesar outros com as suas atitudes incorrectas.

No fundo, o mesmo motivo que leva a que tantas vezes se verifique outro fenómeno não mencionado. Aquele em que o metro chega à plataforma, se abrem as portas para as pessoas sairem e estas vêem o caminho barrado por aquelas que querem entrar imediatamente. Não deixam sair e acabam por não entrar logo.

Eu, pessoalmente, enquanto tenho força, idade, uma mochila grande (mochila onde carrego o meu laptop e outras ferramentas do trabalho) e botas rijas, aplico uma técnica infalível:
Vou com a mochila à minha frente, segura com ambas as mãos. Depois...
1) Quero entrar e não me deixam - Peço delicadamente e depois empurro com a mochila até entrar
2) Quero sair e está gente (que não vai sair) entre mim e a porta - Peço licença. Os que não se desviaram até as portas abrirem são empurrados até eu sair
3) Quero sair e estão pessoas à frente na plataforma - São empurradas até eu sair, sem qualquer tipo de contemplação

Funciona. Não aprendem nada, mas pelo menos eu consigo utilizar os transportes públicos. Não é bonito nem gentil da minha parte. Mas não sou eu quem está a infringir as regras de vivência em comunidade.

É a vida...

 
At 12:00 da manhã, Blogger Ega said...

É por estas e por outras que quando viajo de metro (infelizmente quase todos os dias) tenho uma enorme vontade de bater nas pessoas...

 
At 6:54 da tarde, Anonymous paulo** said...

yah faz confusao de facto mas já é proprio das pessoas por exemplo na praia xegas tens toda akela imensidao de espaço e entao ocupas um determinado lugar, assim k xegar outra pessoa ela vai se colocar o + perto possivel de ti!porke?sabe se lá ...nos transportes passa se o mesmo tudo empacotado ui ka bom adoro transportes publicos akele xeiro akela concentraçao como se de uma manif se tratasse e depois os velhotes toka de fexar todos os espaços k possam dar ar para k se possa respirar !k raiva ..hehe ao dares entrada olhas po tipo da roda e fikas ali porke já ñ te dao mais "abébias" mas depois de uns cotovelos pa lá uns empurroes para cá e lá avizinhas montes de lugares sentados porke?sabe se lá lololol

 

Enviar um comentário

<< Home