Essencia de Mulher

Um blog para mulheres e homens de mente aberta

terça-feira, maio 23, 2006

Globos de...Ouro



Devo estar a ficar uma pessoa muito exigente e muito crítica. Estive a ver aos poucos o programa da cerimónia de entrega dos "Globos de ouro". Estamos quase quase a chegar ao nível da entrega dos Óscares. Para além de querermos sempre imitar tudo, imitamos mal. Tanto glamour como insistiam dizer, tanto luxo, mas uma coisa chamou-me a atenção, e que para mim se revelou de um tremendo mau gosto. A todas as pessoas "célebres" que iam entrando e eram entrevistadas havia sempre uma pergunta em comum: "vem vestida/o por quem?" Acabei até por achar graça quando uma dessas pessoas respondeu que tinha comprado o vestido no Brasil. Perante esta resposta inesperada e gaguejando um pouco o reporter lá conseguiu cumprir com o seu papel e perguntou-lhe a sua opinão sobre os estilistas portugueses. Eu não acho isto muito normal. Se realmente querem dar ênfase ao trabalho dos nossos estilistas porque não fazem programas direccionados neste sentido onde lhes é dado o devido valor? Que falta de gosto e sensibilidade fazer publicidade aos estilistas desta forma. Também achei ridículo mencionarem em revistas e no próprio programa ao valor monetário das jóias usadas pela Bárbara Guimarães que para mim esteve numa atitude de pouco à-vontade. Parece que querem fazer ver que apesar de sermos "pobres"conseguimos "fazer figura". Bom, mas é o tal "mundo das aparências" que eu tenho dificuldade em entender. Isto foi o que me ressaltou deste programa visto aos "soluços". Possivelmente ainda bem que não o vi com atenção.

3 Comments:

At 6:33 da tarde, Blogger Tom, um ser diferente... said...

Olá! Estou aqui muito feliz com sua visita ao meu blog. Feliz por seres amiga da Greentea e feliz por teres gostado do que escrevo. Por favor, esteja à vontade para ler mais "post´s" e me visitar sempre! Gostei muito da sua "crítica" ao Globo do Ouro. Penso exatamente como você com relação a futilidade de alguns seres humanos. Outro dia, li algo sobre alguns criadores de cães que estavam fazendo surgir novas raças de cães só para agradar a esse pequeno mundo fútil de celebridades... Um absurdo completo!
Eles esquecem que a simplicidade é muito mais prazerosa do que qualquer vestido de griffe famosa.
Vou voltar aqui e já irei coloca-la em meus favoritos, já!
Forte abraço.
Tom

 
At 10:22 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Glamour é viver de aparências de sumptuosidade, são momentos de ilusão, mas há quem os goste de viver.

 
At 1:56 da tarde, Blogger EuMulher said...

Tom... certas futilidades também mexem muito comigo.Essa experiência com cães nem tem qualificação possivel. Penso realmente que o ser humano está a atravessar a barreira do bom senso. Pena não usarem a sua criatividade de outra maneira.Infelizmente, e segundo eu sei, experiências "loucas" não ´são so usadas com animais o que já de si é revoltante. Depois ninguém estranhe que a Natureza de revolte pelo desiquilibrio que está a acontecer.Muitas pessoas pensam que não podem fazer nada pelo planeta mas enganam-se. Ás vezes basta o facto de uma pessoa procurar ser feliz e irradiar a sua felicidade para isso por si já mudar muita coisa. Mas isso seria um tema muito vasto. Sempre repito: eu não sou dona da verdade mas por aquilo que me vai sendo dado a conhecer e que vou aplicando na minha vida, pelo menos comigo funcionam e têm a sua lógica.
Anonimo...eu gosto de ver pessoas bem vestidas, bem cuidads, de ambientes de glamour. Penso que tudo isso faz falta. Podem ser momentos de ilusão para alguns, um sonho até. Só me custa a aceitar o modo como certas pessoas encaram esses momentos. Em lugar de os apreciarem põem uma carga de superficialidade, uma atitude de representação que o momento em si deixa de ter o significado que deveria ter. Eu gosto de me adaptar a diferentes circunstancias.Chamo a isso viver!Mas não deixo de ser quem sou. Assim como posso estar um dia a frequentar um ambiente sofisticado no outro dia seguinte posso estar com umas calças rotas a ajudar alguém a fazer uma mudança por exemplo.Já o meu pai dizia: é tão importante saber cumprimentar uma alta individualidade como um homem que trabalha no lixo.Mas com tudo isto continuo a acreditar que a essencia das coisas esta na simplicidade e na espontaneadade de ser de cada um.

 

Enviar um comentário

<< Home