Essencia de Mulher

Um blog para mulheres e homens de mente aberta

quinta-feira, abril 12, 2007

Segunda Reflexão ( 1ª Revelação)


"Misteriosas e excitantes, as coincidências têm a intenção de nos fazer avançar no nosso destino. Fazem-nos sentir mais vivos, como se estivéssemos perante um plano mais vasto."
***
"Se abrirmos as nossas mentes e os nossos corações, faremos parte da evolução de uma nova espiritualidade."
***
"Reconhecer o papel importante da coincidência no que diz respeito a fazer as nossas vida avançar leva-nos de novo aos instintos do caçador atento e pronto para disparar, que reza para que a presa apareça, e ao estado receptivo, profundamente sintonizado, de um poderoso xamã ou feiticeira."
***
"Tornar-se consciente da realidade das coincidências e também da sua mensagem e significado é o primeiro passo para evoluir conscientemente e mais depressa."
***
" A coincidência é o mecanismo do crescimento, o método da evolução. Pode abrir misteriosamente novas possibilidades, através das quais transcendemos ideias ultrapassadas e autolimitadoras e experimentamos a prova directa de que a vida é muito mais do que a sobrevivência materialista ou uma mera confiança intelectual na fé. A vida é espiritualmente dinâmica."
in A Profecia Celestina Um Guia Experimental de James Redfield e Carol Adrienne
*******
Penso que é importante estarmos na vida de uma forma consciente. Muitos de nós já se deram conta de que não existem acasos, que tudo tem uma razão de ser. Por vezes é complicado encontrarmos respostas para tudo. Costumo dizer que estes acasos, estes sinais, são a linguagem que o Universo encontrou para nos orientar. Quando comecei a tomar essa consciência porém não foi nada fácil para mim e criou-me uma ansiedade enorme em tentar compreender as coisas. Essa ansiedade não é boa, mas acaba por ser normal, penso eu. Sempre que começamos a lidar com algo novo, algo desconhecido existe sempre a dúvida se estamos a fazer bem. Com o decorrer do tempo fui aprendendo a deixar fluir mais as coisas, a pedir orientação, respostas para dúvidas e comecei de certa forma a reconhecer as respostas a esses meus apelos que vinham sempre sob a forma de coincidências. Não é raro acontecer ouvir uma música, ver um filme, um anúnico, receber um telefonema, e isso transportar-me para "ideias", que me colocam no caminho da resolução de certas dúvidas que tenho. De que maneira é que as coincidências são importantes nas vossas vidas? Conseguem reconhecê-las e daí tirar alguma aprendizagem? Já pensaram nisto antes? Aqui ficam mais uns pontos para reflectir.

19 Comments:

At 11:03 da tarde, Blogger Borboleta said...

Eu acho que consigo reconhecer as coincidências. Pelo menos algumas. Principalmentecom as pessoas. Acontecem-se coisas fantásticas. Dou-te um exemplo. Numas das minhas mudanças de emprego. A primeira vez que fui à empresa, a primeira pessoa com que me deparei foi a S. A S. foi extremamente simpática comigo e acolheu-me de uma forma entusiasmante. Senti uma grande empatia por ela e senti que ela sentiu o mm por mim. Na altura não percebi muito bem aquela sensação. Ficamos muito amigas. Houve um dia, que por acaso, em conversa percebemos que tinhamos muitas coisas em comum. Tive, nessa altura, um papel fundamental na vida dela, pq acompanhei uma terrivel fase da vida dela. Fui um grande apoio para ela. E o mais engraçado, é que sai da vida dela, por mudança de emprego, qd tudo já estava resolvido, e ela muito feliz:) Não foi um acaso. Eu apareci para a ajudar a passar uma fase complicada.
E como ela, já me aconteceram situações similares.

 
At 11:27 da tarde, Blogger Margri said...

"Não somos seres humanos que vivem uma experiência espiritual; somos seres espirituais que vivem uma experiência humana". (Theilhard de Chardin)

Esquecemos com frequência essa nossa dimensão primordial; no entanto, quando começamos a entreabrir uma janela, depois outra, cada vez será mais fácil abri-las todas e deixar entrar a luz da nossa entidade espiritual.

Reparar nas coincidências é uma boa forma de começar a entreabrir janelas.
Dar um sentido a essas coincidências, ou ao que nos acontece ("bom" ou "mau") é abri-las mais ainda.

Um abraço.

 
At 1:56 da manhã, Blogger greentea said...

nada acontece por acaso
por vezes não queremos ver nem sentir, mas até as próprias doenças não são mera coincidencia

tal como certos livros que nos surgem à mão ou informações de cursos ou workshops...
beijinhos

 
At 9:28 da manhã, Blogger wicky said...

coincidencia ou não - nada acontece por acaso - hoje ao procurar um outro tema , caí num texto sobre o desenvolver da mediunidade...
Muito interessante o texto, de tal forma que vou publicá-lo. Quantos de nós , nos recusamos por e simplesmente a admitir ese facto, a aceitar que estamos AQUI por toda uma série de compromissos que efectuamos antes...

Um beijo e espero que nos encontremos amanhã em Sintra. Creio que a palestra ou Tertúlia será uma introdução ao Curso q depois se realizará no final do mês.

 
At 7:04 da tarde, Blogger Jardineira aprendiz said...

O grande desafio é mesmo interpretar as coincidências. É como tentar ler um texto escrito a marca de água.

Às vezes elas vêm em catadupa, outras vezes deixam-nos no deserto, onde nada parece bater certo. Como dizes, o melhor é deixar fluir as coisas, ler quando sabemos e apenas registar quando não sabemos.

Um beijo

 
At 9:44 da tarde, Blogger sonhadora said...

sonhos floridos em banho de amor.
beijinhos embrulhados em abraços.
bom domingo

 
At 5:01 da tarde, Blogger EuMulher said...

Borboleta, pois aí tens realmente o caso de uma "coincidência". As pessoas encontram se no lugar certo e na altura certa para que algo aconteça. Umas vezes é porque somos necessarios para ajudar alguém, outras é porque alguem nos vai trazer ajuda ou a resposta que precisamos para uma determinada situação.No fundo penso que as partes intrevenientes aprendem sempre uma com a outra. Tu ajudaste mas de certeza que isso te trouxe alguma aprendizagem tambem. Penso que o importante é estarmos atentos e conscientes. Beijinhos

 
At 5:04 da tarde, Blogger EuMulher said...

magri...Conheço essa frase também... e é tão real...Concordo contigo, reparar nas coincidências e dar sentido as mesmas é tomarmos consciência da dimensão espiritual. É interagirmos com o Univero. Beijinhos

 
At 5:10 da tarde, Blogger EuMulher said...

GreenTea... já faz parte da minha vida pensar que nada acontece por acaso. Vejo as doenças também como chamadas de atenção para algo que temos de mudar. Quando ignoramos certas coisas, e nos encontramos desviados do caminho vão se repetindo os mesmos padrões da nossa vida só que de forma cada vez mais acentuada para tomarmos consciencia. Muitas vezes temos de enfrentar doenças precisamenre para pararmos um pouco e rellectirmos e mudarmos. Por isso penso que é bom vivermos a vida de uma forma consciente e tentarmos entender a forma de comunicar do Universo. Beijinhos.

 
At 5:14 da tarde, Blogger EuMulher said...

Wicky... porque será que foste parar a um texto com esse tema?? ;)Penso que sabes muito bem a resposta. Tambem penso que estamos aqui para "trabalhar" algo que escolhemos.

Espero que tenhas gostado da palestra. Não tive oportunidade de ir :( e só hoje vim aqui senao tinha te dito.

Beijinhos

 
At 5:28 da tarde, Blogger EuMulher said...

Jardineira aprendiz... é um pouco dificil sim intrepretar as coincidências. Para mim a primeira coisa em que pensamos, o que primeiro nos vem à cabeça é o mais correcto. Posteriormente já tudo pode estar alterado pelas nossas formas de pensar, pelas nossas crenças, por um raciocinio demasiado elaborado fruto da nossa mente.Há tempos tinha um pequeno diário, onde registava certos acontecimentos, certas frases que me chamavam a atenção, certos sonhos... simplesmente registava, raramente procurava emitir juizos a não ser aqueles que me ocorriam logo de imediato. Fui vendo com o decorrer do tempo que as coisas faziam sentido. Que certas coisas eram me como que "avisadas" antes. Mas quando ficamos obcecados em obter respostas e principalmente as respostas que queremos... fica uma grande confusão. Tudo nos é mostraddo na devida altura. Tenho um outro blog... que começou como uma brincadeira e hoje não esta assim muito activo, em que eu coloco uma imagem e uma frase e desafio as pessoas a dizerem a primeira coisa que lhes vem à cabeça. Claro que nem sempre as pessoas gostam de se expor... e não o fazem... mas é uma forma de cultivarmos um pouco a nossa intuição, de nos conhecermos, de darmo nos conta de como a nossa mente actua. Uma imagem obvia... não traz à lembraça a mesma coisa para todos!Em fracções de segundos até pode vir à nossa ideia algo que inicialmente pensamos que nem tem nada a ver com a imagem, mas por alguma razao associamos isso a uma determinada memoria, que a meu ver pode ser desta vida ou não, isto para quem acredita em vidas passadas. Mas o que realmente parece contar é a primeira impressao que nos chega. Beijinhos

 
At 5:32 da tarde, Blogger EuMulher said...

Sonhadora...Muito obrigada. Sabes que o que desejamos a alguém isso de alguma forma influencia essa pessoa? Pois quando li o teu comentário isso fez me sentir mais leve, sorri, deu me calma "Beijinhos embrulhados em abraços", gostei muito... entao eu que adoro um bom abraço.E não foi coincidencia o que escreveste... eu estava a precisar de ler algo assim hoje! Muita Luz para ti

 
At 11:32 da tarde, Blogger Jardineira aprendiz said...

Fui espreirar a ver se encontrava o outro blog, por curiosidade.

Mas não faz mal, na realidade também não gosto muito de me expôr, e na internet também não convém muito. Mas achei piada à ideia. Eu dou formação e acho interessante ver as reacções tão diferentes das pessoas às mesmas situações. Mas nunca tentei perceber as intuições das pessoas. O mais óbvio, o que salta mais à vista são os medos, esses as pessoas manifestam mais facilmente.

E muita gente tem medo de expressar intuições, porque realmente é uma forma de nos expormos.

Um beijo

 
At 11:53 da tarde, Blogger EuMulher said...

Jardineira aprendiz... o blog é
http://maniadosucesso.blogspot.com/... tem estado um pouco parado porque em tempos anunciei o seu encerramento, e como disse começou por uma mera brincadeira ... só bem mais tarde percebi o que podia fazer dele.É normal que sejam os medos o que ressalta mais à vista. Eles estão enraizados em nós e das mais variadas formas. é logico que existem medos que nos protegem, mas muitos deles limtam-nos.Os medos funcionam muito como defesa nossa. Muitas pessoas têm receio de falar sobre as suas intuições porque pensam que não passam de fantasias da sua cabeça. Eu por exemplo já fui assim. Muitas coisas chegavam até mim e eu não as validava porque pensava que era imaginaçao minha. Aqui é tudo muito relativo quanto ao expor nos, mas por vezes é pena, desde que não seja expor nos de forma comprometedora, porque acabamos por perder de alguma forma algumas hipoteses de aprender, ensinar, mostrar aos outros a nossa condição humana. Por nos escondermos por vezes é que atrasamos uma certa evoluçao. Como disse, até eu aprender a validar as minhas intuições tive que arriscar muito, percorrer um longo caminho ate me aperceber o que eram intuições. Talvez se fosse hoje, com a leitura de blogs, comentarios, trocas de impressões tivesse demorado menos tempo. Mas... a informaçao só chega quando estamos preparados para ela. Foi no intuito de tentar ajudar que no fundo escrevo este blog. Beijinhos

 
At 10:49 da manhã, Blogger greentea said...

não gostei da palestra, não me disse nada e não vi a relação que supostamente dveria haver com a fisica quantica...

 
At 10:33 da tarde, Blogger PensarCusta said...

quem me dera ter percebido seja o que for do que escreveu... tenho a sensação que algo profundo me passou ao lado. seria optimo dizer outras tantas verdades mas de forma mais simples.

 
At 1:53 da tarde, Blogger EuMulher said...

pensarcusta... muito obrigada pela tua visita.Peço desculpa mas so hoje vi o teu comentario. Eu tento escrever de uma forma acessivel, mas sei que nem todos os temas poderao ser ja por si muito faceis de abordar e entender. Mas estou disposta a responder a todas as questoes que me forem colocadas, a repetir as vezes que forem precisas para um melhor entendimento. Se nao o quiseres fazer por aqui pode sempre enviar me um mail.Podes ate se quiseres pegar em frase por frase e por as tuas duvidas. Beijinhos

 
At 4:59 da tarde, Anonymous golfinholindo said...

Sinto-me terrivelmente sozinha! A minha vida não avança! O homem que eu amo, não me ama!o trabalho não flui...não sei o que fazer....sinto-me completamente perdida!

 
At 5:51 da tarde, Anonymous Dry Serrano said...

Estamos rotulados a pensar e escrever numa linguagem acadêmica, e procurando entender tudo. Quando exercitamos a percepção dos detalhes aprendemos a captar as respostas que precisamos. As coincidência existes assim como os sinais. O Medo do novo paralisa, expor o que sentimos será a maior libertação para alma. Pode até parecer física quântica, mas prefiro a Teoria holística.

 

Enviar um comentário

<< Home